Mais documentos secretos vazam e ‘VatiLeaks’ começa a irritar o Vaticano

O jornalista Gianluigi Nuzzi

Uma nova onda de vazamentos de documentos sigilosos mexeu com o Vaticano nesta semana, em mais um capítulo da novela sem precedentes que vem sendo chamada de “VatiLeaks” – uma referência ao site Wikileaks, que divulgava documentos e arquivos sigilosos de vários governos e embaixadas do mundo.

Desta vez, notas, relatórios e cartas destinados ao Papa Bento XVI ou escritos por ele foram publicadas pelo jornalista Gianluigi Nuzzi no livro “Sua Santità”. E o pessoal do Vaticano ficou aparentemente mais irritado agora do que nas outras vezes. A sensação é de que eles estão achando que isso já foi longe demais.

Vários documentos foram vazados recentemente, por etapas, e até o momento não se sabe ao certo o motivo. O primeiro deles foi uma carta enviada ao Papa pelo arcebispo italiano Carlo Maria Viganò, nas quais reclama da corrupção nas finanças do Vaticano quando ele mesmo era o Secretário de Estado. Para recordar, recomendo o nosso post “Entenda o ‘VatiLeaks’, vazamento de documentos secretos do Vaticano”.

Não lemos o livro de Nuzzi, mas no lançamento do livro ele afirmou quehá uma vontade de limpeza” no Vaticano e por isso seus  informantes lhe repassaram documentos. Ele acrescentou que se trata apenas de um trabalho investigativo e de “documentação”, pois seu livro não é “contra a Igreja, nem a fé, nem o Santo Padre”. Ele disse, ainda, que todos os seus informantes “confiam no Santo Padre” e que por isso “sentem ter violado a obrigação de manter segredo”, mas querem “expulsar os mercadores do templo”.

Até o lançamento do livro de Nuzzi, que também publicou outros documentos vazados no jornal italiano Libero, o Vaticano vinha respondendo mais com ações do que com palavras. No fim de abril, o Papa criou uma comissão de cardeais para investigar os vazamentos de documentos sigilosos. O Vaticano também buscou a Justiça para protestar contra a publicação de dados secretos.

No entanto, o livro mostrou que o problema é maior, pelo simples fato de que os documentos não param de vazar.  O mais grave dessa história toda não é tanto o conteúdo dos vazamentos, mas sim o fato de tais registros terem vazado. Agora, revelou-se por exemplo o conteúdo das conversas de um almoço do Papa com o presidente da Itália, Giorgio Napolitano, além de outras discussões, que não vamos detalhar aqui. Há relatórios do Vaticano sobre políticos e acontecimentos, destinados a Bento XVI.

Em nota, a Santa Sé repudiou a divulgação de informações sigilosas e disse que vai tomar as providências legais para que o livro de Nuzzi saia de circulação. “A nova publicação de documentos da Santa Sé e de documentos privados do Santo Padre não se apresenta mais como uma discutível – e obviamente difamatória – iniciativa jornalística, mas assume claramente os caráteres de um ato criminoso“, afirmou, acrescentando que foi violado o direito pessoal de privacidade do Papa e de seus colaboradores, assim como a liberdade de correspondência.

A Santa Sé dará “os passos oportunos a fim de que os autores do furto, da receptação e da divulgação de notícias secretas, além do uso comercial de documentos privados, obtidos e retidos ilegitimamente , respondam por seus atos perante a Justiça”. O Vaticano deve, inclusive, pedir a colaboração da Itália para impedir a disseminação de documentos, já que o livro de Nuzzi e a imprensa italiana são os principais divulgadores.

Cardeal Tarcisio Bertone, possível alvo dos VatiLeaks

Até agora, podemos tirar algumas conclusões. A primeira delas é a de que alguém está furtando ou interceptando documentos dentro do Vaticano e levando a público. E quem faz isso, faz com algum objetivo, que até o momento não se sabe qual é – talvez seja prejudicar o Cardeal Tarcisio Bertone, Secretário de Estado do Vaticano. De qualquer forma, o vaticanista Andrea Tornielli duvida que tudo seja apenas uma forma de pedir mais “transparência”.

A segunda é a de que a comissão de cardeais recém-implantada ainda está longe de chegar a algum resultado concreto sobre quem é que está fazendo isso. A terceira é a de que o Vaticano ainda precisa avançar muito em transparência e no cuidado dos documentos sigilosos para evitar que novos vazamentos ocorram. Será que ainda tem mais coisa para ser divulgada nessa série?

Anúncios

16 Comentários

Arquivado em Vaticano

16 Respostas para “Mais documentos secretos vazam e ‘VatiLeaks’ começa a irritar o Vaticano

  1. antonio alves da silva

    A preocupação com o vazamento dos documentos secretos é justa, porém é tão ou mais importante que o Vaticano se preocupe em investigar a possível corrupção de que falam os documentos e torne isso público. Os católicos têm o direito à transparência na administração das finanças do Vaticano.

    • Dallon

      Fala sério… Vocês fazem ideia de quantos bilhões o vaticano fatura com as ofertas doadas nas igrejas? Vocês fazem idéia de quanto eles gastam para que o Papa tenha uma vida de rei as vossas custas? Que eu saiba o único rei a ser louvado deve ser Cristo pq é um Deus e não um homem que pensa ser Deus, um santo medilcre. Vocês fazem ideia de onde vai parar toda essa fortuna??? rsrsrs vcs na verdade não fazem idéia… Esse vazamanto é uma ameaça ao vaticano porque eles tem medo de que os católicos saibam de toda a verdade. Aqui vale a lei do silêncio $$$$$$

      • Olá Dallon! Obrigado pelo comentário!
        Apenas para esclarecer, as ofertas doadas nas igrejas não vão todas para o Vaticano, caso contrário seria impossível mantê-las. Existem as administrações locais, as obras sociais, a coisa é mais complicada. Para o Vaticano, há doações esporádicas e programadas, assim como há para a Terra Santa. Recomendo que leia o nosso post “Por que a Igreja não vende todos os seus bens e doa o dinheiro para os pobres?” (https://pracadesales.wordpress.com/2012/03/28/pergunta-por-que-a-igreja-catolica-nao-vende-todos-os-seus-bens-e-doa-o-dinheiro-para-os-pobres/), apenas para que veja que as coisas não são tão simples como parecem. Vale esclarecer também que não faz parte da fé católica “louvar” o Papa “como um Deus”, mas ele é respeitado como líder da Igreja e chefe de Estado. Ele mesmo deve se submeter a Cristo. Sobre os vazamentos, na verdade é um exagero dizer que são uma “ameaça” ao Vaticano, mas, de fato, eles mostram que algumas coisas poderiam funcionar melhor, como a transparência financeira.

    • Olá Tio! De fato, é necessário investigar onde há irregularidades. Sobre isso, vale lembrar que recentemnte o Vaticano criou uma nova lei de transparência financeira. As coisas estão avançando. Falamos sobre isso neste post: https://pracadesales.wordpress.com/2012/04/23/escandalos-lei-financeira-transparencia-vaticano/

  2. Pingback: VatiLeaks: mordomo do Papa vai preso, mas isto não é um romance policial | Praça de Sales

  3. warnei

    Acho que para fazer alguma afirmação sobre alguma instituição como o
    Sr Dallon o fez, imagino que ele tenha obtido conhecimento em grandes periodos de estudo sobre o que é e como funciona a igreja catolica. Opnião tem que ter conteudo.

  4. Daniel Monteiro

    Queria que vocês entrassem em detalhes sobre esse vazamento, que falassem o que ele diz. Mas vejo que não estão nem ai.

    • Olá Daniel! Para entrar em detalhes sobre o vazamento mencionado no livro de Nuzzi, seria necessário ler o livro, o que não fizemos. Mas mencionamos que “revelou-se o conteúdo das conversas de um almoço do Papa com o presidente da Itália, Giorgio Napolitano” e “relatórios do Vaticano sobre políticos e acontecimentos, destinados a Bento XVI”. Como dissemos no texto, o mais importante aí não é tanto o conteúdo dos vazamentos, mas o fato de tais informações sigilosas terem vazado. De qualquer forma, neste post colocamos informações sobre os principais vazamentos que não estão no livro de Nuzzi: https://pracadesales.wordpress.com/2012/03/03/entenda-o-vatileaks-vazamento-de-documentos-secretos-do-vaticano/

      Espero que seja suficiente. Obrigado pelo comentário!

  5. klinger

    Onde, em que site, eu encontro o conteúdo vazado? quero ler pow! tenho um interesse muito particular nisso!

  6. ludmila

    como assim, domingues, o conteudo não é importante? para quem não é importante? a sociedade tem direito a saber que há corrupção numa instituição supostamente sagrada e que tem influência nas decisões relativas a própria sociedade, seja por meio de lobbies ou por meio dos católicos.

  7. continuo achando suspeito você acreditar que o vazamento é mais importante do que o conteudo. Se houve brigas politicas internas no vaticano que fizeram com que alguem delatasse determinadas figuras corruptas atraves dos documentos, o vazamento eh problema exclusivo do vaticano (eles que se virem para caçar o delator). O vaticano e seus regimentos internos nao me afetam e nao me interessam como cidadã. Agora, os documentos, me interessam plenamente como cidada. Lavagem de dinheiro, trafico de influencia, etc, dizem diretamente a meu respeito, pois esses caras que assumirao altos cargos influenciaram a opiniao publica catolica, no minimo. Eu nao compreendo, de modo algum, porque para vc alguem interno ao vaticano divulgar um documento ” sigiloso” (entendo que se tudo estivesse correto, nao haveria problema dos documentos serem divulgados a priori) é mais grave do que o conteudo em si. Parece-me um pouco ingenuo, caso vc nao tenha vinculos com a igreja catolica. Caso vc seja militante catolico, nao me parece ingenuo, parece somente conveniente.

    • Olá Ludmila! Muitos vaticanistas fizeram a mesma análise que colocamos no blog. Os problemas que você menciona existem e são graves. Mas permita-me esclarecer que todos os governos têm documentos sigilosos e isso não implica que escondam irregularidades – uma conversa entre duas autoridades sobre coisas rotineiras é algo totalmente sigiloso e que não deve ser divulgado justamente para que essas autoridades tenham a liberdade de negociar, de trabalhar. Porém, ao se divulgar isso, mostra-se que há uma falha e uma intenção de quem divulga em mostrar uma fragilidade no sistema e possivelmente prejudicar quem lidera o sistema – o Papa ou o Cardeal Bertone. É isso que se busca descobrir até aqui e que ainda não foi respondido. Recomendo que busque outras fontes se considerar nossa análise inapropriada.

  8. Dennis

    Acredito que precisa ser publicado sim o conteúdo para sabermos se é importante ou não, para depois saber como esta vazando os mesmos o que já ficaria em segundo plano.

  9. cristina

    sa de uma coisa acho que somos na verdade uma fazenda de formiga estamos aq mas nunca saberemos a verdade. a qual o vaticano esconde, nao acho justo so eles saber a verdadeira estoria de cristo, so eles terem acesso a coisas que descobertas acabariam com a fe .

  10. Elton

    Na verdade a Igreja é importânte! E estamos aqui hoje! Vivos sobreviventes graças aos segredo mantido. Os segredos são para manter a ordem. E ás manobras da Santa Igreja para segurar á espécie humana na Terra. Mas… $$$ o que é desviado ira para César e o que é de Deus sera de Deus!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s